home  projectos e redes internacionais  copranet 

       
 

O CoPraNet (Coastal Practice Network) é um projecto financiado pelo fundo Europeu para o Desenvolvimento Regional INTERREG IIIC - uma iniciativa Comunitária para a cooperação interregional entre os estados membros da EU e países vizinhos. O projecto terá a duração de 3 anos, entre 15 de Dezembro de 2003 e 31 de Dezembro de 2006, e será liderado pela EUCC - The Coastal Union, sediada na Holanda.

Esta instituição está encarregue de gerir e coordenar a parceria constituída por 21 instituições provenientes de 11 países da EU com âmbitos distintos, nomeadamente, a investigação e a consultoria, entre Autoridades e Institutos Governamentais, Universidades e ONG's. Os parceiros do CoPraNet são:

O CoPraNet está a ser desenvolvido como um fórum para troca de informações sobre boas práticas nas zonas costeiras, que favorecerá a cooperação entre regiões costeiras e municípios da EU, no sentido de melhorar a eficácia das políticas e instrumentos legislativos aplicáveis à orla costeira.

Os seus principais objectivos relacionam-se com a criação de uma rede entre aqueles que trabalham nessa área estabelecendo a ponte entre gestores, planeadores e a comunidade cientifica por toda a Europa. Desta forma pretende-se favorecer o intercâmbio entre regiões no que concerne a boas práticas associadas ao desenvolvimento sustentável do turismo e ao fenómeno de erosão costeira e a gestão de praias segundo uma perspectiva integrada. Para a atingir estes objectivos, o projecto está dividido em 3 componentes:

  • Gestão do Projecto;
  • Prática de Gestão Integrada de Zonas Costeiras, com o objectivo de promover abordagens integradas da gestão e planeamento de zonas costeiras, com especial ênfase no estabelecimento de níveis de qualidade de destinos turísticos sustentáveis e na elaboração de um guia sobre erosão costeira e gestão de praias traduzido em várias línguas;
  • Divulgação, com o objectivo de desenvolver um sistema interno de comunicação entre os parceiros, uma ferramenta para uso dos diferentes grupos de interesse e também disseminar a informação produzida no âmbito das componentes anteriores do projecto;

Os principais resultados do CoPraNet serão:

  • uma página web;
  • e-newsletters semestrais (em 10 línguas);
  • 3 newsletters impressas;
  • uma ferramenta web incluindo um sistema de informação sobre boas práticas;
  • definição de níveis de qualidade para o turismo;
  • um guia sobre erosão costeira e gestão de praias em várias línguas, enquadrando o impacto das alterações climáticas no ontexto regional;
  • uma base de dados GIZC e um e-helpdesk activo;
  • 3 relatórios anuais;
  • 3 relatórios da comissão gestora do projecto;
  • um relatório final;
  • relatórios financeiros semestrais;
  • um e-mail fórum;
  • actas das 3 conferências e dos 10 workshops;

Durante as 3 conferências, os 10 workshops e as visitas de estudo, os parceiros tentarão que os governos locais tomem um papel activo na manutenção e controlo da qualidade das cidades, regiões e ilhas costeiras. Estes desafios devem ser vistos, entre outros, à luz das alterações no mercado do turismo, da competição internacional, do aumento da mobilidade, dos problemas ambientais, da erosão costeira e dos riscos de inundação, ajudando:

  • na adopção de indicadores operacionais para o turismo e a sustentabilidade das regiões e cidades costeiras para uma série de critérios importantes de qualidade incluindo a segurança, padrões ambientais, naturais e paisagísticos, valores culturais e nível de serviço para o turismo;
  • no desenvolvimento de níveis transparente de qualidade para os diferentes destinos turísticos;
  • no desenvolvimento de um guia sobre erosão costeira e gestão de praias, enquadrando o impacto das alterações climáticas no contexto regional;

Os efeitos do CoPraNet a longo prazo incluem não só uma contribuição válida para o desenvolvimento sustentável do turismo na Europa e favorecer a equitatividade do balanço territorial do desenvolvimento económico das diferentes regiões Europeias mas também o desenvolvimento de métodos de gestão da erosão costeira e das praias mais voltadas para a preservação e conservação da natureza.

[ mais informações ]